3 de jan de 2011

Idade dos Metais

Há 7 mil anos, os seres humanos começaram a usar o metal para fazer ferramentas e utensílios. Essa revolução trouxe muitas vantagens: fabricar utensílios mais afiados, mais resistentes e adaptados à habilidade das mãos. As armas se tornaram mais potentes e aumentavam a eficiência da caça e da pesca. O primeiro metal utilizado foi o cobre: para fazer estatuetas e enfeites, mas por ser um metal mole era pouco usado para fabricar armas. Já o Bronze: era mais resistente e passou a ser usado para produzir armas e ferramentas. 





Período Neolítico

 Neo = novo  Lítio = Pedra ou  Pedra Polida


Utensílios e armas tornam-se mais eficazes.

Revolução Agrícola – seres humanos passam a transformar o seu meio ambiente, passam a produzir seu próprio alimento, plantando. arroz, milho e trio. Também passaram a domesticar e criar animais como porcos, cavalo, cachorros e cabras. 


Assim os seres humanos tornaram-se:
Sedentários – dessa forma os seres humanos passam a viver permanentemente num mesmo local. Passam a fabricar Cerâmica: produziam vasilhas de argila e cerâmica para armazenar as colheitas, também desenvolveram a tecelagem com a fiação de fibras vegetais e animais, criando as primeiras vestimentas.



Habitação – aldeias compostas por cabanas rodeadas por cercas para a proteção ou construções feitas sobre estacas (palafitas) nos rios ou lagos;





Divisão de tarefas – se ampliou criando instituições político –sociais para dministração e segurança do grupo.
O homem caçava, preparava a terra e realizavam atividades militares. A liderança geralmente era ligada a experiência dos mais velhos.


Mulheres – cuidavam das lavouras e a colheita, cuidado da habitação, das crianças e a preparação da comida.


Já surge a Propriedade Privada, diferenciando alguns do grupo. Sociedade Comunal.

Pré -História

O homem destacou-se entre todos os animais porque continuamente desenvolveu meios para sua sobrevivência. Em outras palavras, o homem adaptou-se ao meio ambiente e também submeteu esse meio ambiente às suas próprias necessidades. Uma característica fundamental garantiu-lhe essa distinção: a capacidade de extrair utensílios do ambiente em que vivia, por meio do trabalho – a atividade que transforma coisas naturais (pedras, ossos fibras, madeira, couro) em flechas, anzóis, agulhas, roupas.”

Gordon Childe, estudioso da Pré-História.



TRABALHO HUMANO = TRANSFORMAÇÃO

Sobreviver é o objetivo primeiro de todos os seres vivos. Os seres humanos, como qualquer outro animal, precisa satisfazer algumas necessidades básicas para se manter vivo. O homem necessita comer, beber, se proteger do frio, da chuva, dos outros animais.
Não existe sociedade sem trabalho. Todos os objetos e bens são resultados do trabalho humano. Com ele, os seres humanos transformam as coisas. Na caça, um animal é transformado em alimento. Ao se cobrir com uma pele, o homem transformou esta pele numa proteção contra o frio. Ao tornar bem aguçada a ponta de um alho, ele transformou este alho numa lança.
Ao longo dos séculos, ele foi se desenvolvendo e realizando maravilhas com o seu trabalho. Transformou a planta em tecido, a pedra em casa, a rocha em memória – os chips dos computadores, - o vírus em remédio. O ser humano cria, recria e transforma o seu mundo.

A Conquista do Planeta Começa!







Período Paleolítico

Paleo = Antigo - Lithos = Pedra -           ou         Pedra Lascada

Utensílios utilizados na sua maioria são de pedra e paus. 

Extrativistas: não produziam sua própria subsistência. Caçavam: peixes e pequenos animais e coletavam frutos, raízes e ervas.


Nômades: necessitavam deslocar-se de um local para outro na busca de sua sobrevivência;

As tarefas eram divididas pelo gênero e pela idade:

Homens – caçavam.             Mulheres, crianças e velhos coletavam

Habitação – cavernas ou choupanas feitas de galhos e cobertas de folhas ou peles de animais.

Fogo– passaram a controlar o fogo que era utilizado para se aquecer, iluminar a noite e o interior das cavernas, defender-se dos animais, cozinhar (mudanças físicas – mandíbulas) e também serviu como estimulo  a socialização e a comunicação do grupo agora feito em volta da fogueira .






Por conta das condições de vida e da variação do clima, poucos homens e mulheres sobreviviam além dos 35 anos. As doenças também eram muito frequentes.


Arte Rupestre – surgiu no final do período, são as primeiras manifestações artísticas como adornos pelo corpo, pinturas nas cavernas, possuíam um caráter mágico,  relação sagrada com Deuses ou espíritos relacionados com a natureza.



Propriedade Coletiva – tudo o que era produzido pertencia a comunidade, a todos igualmente.