14 de mai de 2011

Dicas de vídeos e filmes sobre a Pre-História.

A Guerra do Fogo

 O filme retrata um período na preé-história e dois grupos de hominídeos.
O primeiro, que quase não se diferencia dos macacos por não ter fala e se comunicar através de gestos e grunhidos, é pouco evoluído e acha que  o fogo é algo sobrenatural por não dominarem ainda a técnica de produzi-lo.
O  outro grupo é mais evoluido e tem uma comunicação e hábitos mais complexos, como a habilidade  de fazer o fogo.
Esses dois grupos entram em contato quando o fogo da primeira tribo é apagado em uma guerra com uma tribo hominídeos mais primitivos, que disputam pela posse do fogo e do território.
Noah, Gaw e Amoukar (membros do primeiro grupo) são destacados então para uma jornada para trazer uma nova chama acesa para a tribo. Nesse caminho deparam -se com um grupo de canibais, e resgatam de lá Ika, uma mulher pertecente ao grupo mais evoluído.
Do contato com essa mulher, os três caçadores do fogo aprendem muitas coisas novas, já que ela domina um idioma muito mais elaborado que o deles, assim como domina também a técnica de produção do fogo.
Levados por diversas circunstâncias a um encontro com a tribo de Ika, percebem que há uma maneira diferente de viver; observam as diferentes formas de linguagem, o sorriso, a construções de cabanas, pintura corporais, o uso de novas ferramentas, e mesmo um modo diferente de reprodução.


La Guerre du Feu ( A Guerra do Fogo) é um filme de1981 feito naFrança e noCanadá,com locações na Escócia, Islandia, Quénia e Canadá. 
A direção é de Jean-Jacques Annaud, Anthony Burgess e Desmond Morris responsáveis pela linguagem especial que foi criada para o filme que conta uma história de período anterior ao uso da língua de maneira universal, tendo a linguagem corporal um forte apelo, juntamente com outros elementos que renderam a produção dez prêmios, sendo um deles o Oscar, além de sete outras indicações nos anos de 1982  e 1983.


Trata-se de uma obra-prima. Apenas deve-se ter atenção com a faixa-etária da gurizada, pois tem algumas cenas, digamos picantes. Mas vale a pena.


10.000 a.C.

No ano de 10.000 a.C., homens e criaturas pré-históricas lutam pela sobrevivência na Terra.
Neste cenário, surge D'Leh, um jovem caçador que lidera um exército ao longo do vasto e perigoso deserto. Enfrentando mamutes e trigre dentes de sabre, ele segue a caminho de uma civilização perdida para salvar sua amada Evolet, das mãos de um maligno e poderoso guerreiro determinado a possuí-la.



10,000 a. C. é um filme estadunidense  lançado em 2008, estrelado por Steven Strait e Camilla Belle, e dirigido por Roland Emmerich.


Bom filme para demonstrar aos alunos que nem todos os povos passaram pelas mesmas transformações de cada período da pré-história ao mesmo tempo.
Explicando que ainda hoje existem grupos humanos que vivem de forma nômade, sem escrita, sobrevivendo da caça e da pesca sem utensílios, ferramentas e armas modernos.


Bom vídeo sobre o tema.






Consutas:
http://pt.wikipedia.org/wiki

Nenhum comentário:

Postar um comentário